Prefeitos da região do Brejo se reúnem e discutem Lei dos Resíduos Sólidos

Prefeitos de 16 municípios da região polarizada por Guarabira se reuniram na manhã desta segunda-feira (4), na Associação Comercial e Empresarial de Guarabira para discutir a Lei dos Resíduos Sólidos. Até o próximo ano todos os municípios brasileiros são obrigados a acabar com os lixões.


Essa é terceira vez que os prefeitos se reúnem somente ano para encaminhar tratativas no sentido de se agruparem em consórcio e construir um grande aterro sanitário na região a fim de depositar todo material não reciclável produzido nos municípios, dando dessa forma o destino ideal e previsto na legislação. Os materiais recicláveis serão devidamente manejados em usina de compostagem de lixo e reaproveitados.

De acordo com Beranger Araújo, assessor técnico da Secretaria de Recursos Hídricos e Meio Ambiente da Paraíba, não há outra forma de se adequar á nova realidade exigida pelos órgãos fiscalizadores do que os consórcios. “Fica praticamente impossível um município apenas construir seu aterro sanitário. O custo operacional é bastante elevado. A saída, sem dúvida, é todos se juntarem para atender ao que a lei diz”, falou o técnico.

O prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano (PSDB), ficou satisfeito com o resultado da reunião e disse que ficou acordado que no próximo encontro, agendado para a próxima semana, os prefeitos assinarão um termo de cooperação se comprometendo em formar o consórcio.

“Não é toda hora que se consegue reunir 16 prefeitos num mesmo ambiente para discutir uma questão que diz respeito a todos nós. Vamos nos reunir daqui a uma semana para dá o encaminhamento necessário para formarmos o consórcio. Vamos contratar uma empresa para fazermos o projeto de viabilidade técnica e depois lutaremos para conseguir recursos federais e implantarmos um ou dois aterros sanitários, vai depender dos estudos”, disse Toscano.

Imprimir artigoGuardar como PDF
>