30 anos sem Clara Nunes




Nem parece que passou tanto tempo, mas em abril a morte de Clara Nunes completa 30 anos. A mineira de Paraopeba que conquistou o país continua sendo lembrada como uma das maiores intérpretes da música popular brasileira. Entre muitas façanhas, Clara foi a primeira brasileira a atingir a marca de 100 mil cópias vendidas. Com isso derrubou o tabu de que mulheres não poderiam vender tantos discos assim.


Em março de 1983, Clara foi submetida a uma cirurgia de varizes e uma complicação a levou ao CTI, onde morreu quase um mês depois. O velório recebeu mais de 50 mil pessoas na quadra da Portela, sua escola de coração. E para homenageá-la, a rua onde fica a sede da escola de samba ganhou seu nome. Por enquanto não há informações de que a data será lembrada em sua terra natal ou pelos fãs.


Discografia

Obra

 

Ao Vivo

 

Coletâneas

  • 1979 - Sucessos de Ouro (EMI-Odeon) 573.568 cópias vendidas
  • 1983 - Clara Morena (EMI-Odeon) 489.656 cópias vendidas
  • 1984 - Alvorecer (Som Livre) 501.254 cópias vendidas
  • 1984 - A Deusa dos Orixás (Som Livre) 415.074 cópias vendidas
  • 1985 - Clara (EMI-Odeon) 480.081 cópias vendidas
  • 1989 - O Canto da Guerreira (EMI) 400.456 cópias vendidas
  • 1990 - O Canto da Guerreira Vol.2 (EMI) 500.125 cópias vendidas
  • 1993 - 10 Anos (Som Livre) 200.425 cópias vendidas
  • 2003 - Para Sempre Clara
  • 2005 - Clara Nunes Canta Tom e Chico
  • 2007 - Mestiça (EMI)
  • 2008 - Sempre (Som Livre)
 

Tributos

  • 1995 - Clara Nunes Com Vida (EMI) - Vários Artistas 205.855 cópias vendidas
  • 1999 - Claridade (Globo/Universal) - Alcione
  • 2003 - Um Ser de Luz - Uma Saudação a Clara Nunes - Vários Artistas
 http://claranunesvozdeouro.blogspot.com.br/
 http://www.alemdaimaginacao.com/

Imprimir artigoGuardar como PDF
>