Aguinaldo Ribeiro defende Pólo Mineral e Complexo Industrial Portuário na Paraíba


O ministro das Cidades Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), afirmou que a Paraíba vem perdendo espaço e investimentos por conta do eterno embate eleitoral corriqueiro em nossa prática política. No seu entendimento, se faz necessária a elaboração de um Projeto de Estado, para obras estruturantes sejam alavancadas e que como conseqüência, o desenvolvimento econômico e social chegue a toda a nossa sociedade. 


Para Aguinaldo, a viabilidade de ações estruturantes para a Paraíba, só será possível quando todos os agentes políticos, detentores de mandato ou não, derem as mãos e elaborem uma agenda positiva, com foco na geração de emprego e renda para o nosso povo. Entre estes projetos ele salientou a necessidade da implantação de um Complexo Industrial Portuário e de um Pólo Mineral em nosso território.
“Ainda como deputado estadual, eu sempre defendi que tivéssemos um projeto de Estado. Já debatia muito isso ainda na Assembleia. Política de Estado é ter um projeto que independa de vontades e projetos pessoais. A primeira coisa que temos que deixar de fazer é achar que quando se apresenta um projeto, ele pertence a fulano ou sicrano. Um projeto que se apresente, pertence ao povo da Paraíba. O grande problema do nosso Estado hoje é que quando se apresenta um grande projeto, o cara diz que o projeto não será feito porque se não quem fez vai ganhar os louros”, enfatizou.
Segundo o paraibano no Governo Dilma Rousseff (PT), se faz necessária, a elaboração de um projeto mais amplo, independente das questões políticas e partidárias, exemplificando os vizinhos Pernambuco e Rio Grande do Norte.
“Eu vislumbro aqui alguns projetos, como o Porto, não é nem o de Águas Profundas, defendo um complexo industrial Portuário, para aproveitar o movimento que está acontecendo no Litoral Norte de Pernambuco, que é o nosso Litoral Sul. Ter uma infraestrutura ali como um instrumento de logística que possa atender tudo que está se instalando ali, a Fiat, o Pólo fármaco, a Fábrica de Hemoderivados, o nosso próprio pólo de cimento, que está se instalando”, pontuou.
No entendimento do ministro das Cidades, a Paraíba dispõe de inúmeras potencialidades: “Outro projeto que sempre foi discutido, mas de forma insipiente, que foi o pólo mineral do nosso Estado, e nunca teve uma política para desenvolvê-lo. Precisamos eleger, enquanto Paraíba, e desarmar as questões políticas que são temporais, para se eleger um projeto de estado, que é atemporal. Porque um projeto como esse estruturante, também não se fará em um governo, em uma gestão, se fará através de gestões”, enumerou o deputado federal licenciado.
Aguinaldo Ribeiro fundamentou seu raciocínio, afirmando que um Projeto de Estado precisa ser elaborado de uma maneira urgente: “O espírito de unidade em torno da Paraíba é o espírito que deve prevalecer. Os outros estados tiveram maturidade para perceber que as campanhas políticas se encerram nos períodos eleitorais. Temos que nos unir por um bem comum que é o desenvolvimento do Estado. O povo da Paraíba não está mais tendo interesse neste tipo de política de picuinha e palanques eleitorais que não se desmontam nunca”, frisou.

WSCOM Online
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...