Professor guarabirense é preso acusado de estupro e pedofilia

GUARABIRA (PB) - O professor Antonio da Silva Gomes,  mais conhecido como Toinho do Centro Espírita, 49 anos, residente na Rua Amália Coelho, no Centro de Guarabira, foi preso por volta das 18h30m desta terça-feira (23), sob a acusação de estupro de vulnerável e pedofilia.



Segundo a Polícia Civil, a prisão foi feita após familiares da vítima terem ligado para a delegacia, informando que o acusado estaria com o seu filho de 13 anos dentro de um carro nas proximidades do Restaurante Attuale de Guarabira. Chegando ao local os policiais encontraram o adolescente no interior do veículo do acusado.

Ainda segundo a polícia, o menor revelou que ocorreram outros dois encontros entre ele e o professor, e que nas duas ocasiões o acusado o apalpou e lhe fez várias carícias pelo corpo e em sua genitália. O professor também conversava com o menor através da internet e via sms pelo celular. Na página do menor, num site de relacionamento, foram encontradas várias conversas entre eles.

Em entrevista à imprensa, o professor Toinho negou as acusações e disse que tudo não passa de uma relação de amizade e que nunca teve qualquer tipo de relacionamento amoroso com menor.
O detalhe é que no celular do professor foram encontradas mensagens enviadas para o celular do menor com conteúdo relacionado às acusações.

O flagrante aconteceu depois que a mãe do menor teve acesso ao computador do mesmo e viu as conversas entre eles pela internet, inclusive marcando o encontro desta terça-feira. Diante disso, a mãe da vítima entrou em contato com a polícia, que preparou o flagrante.

Por Juka Martins (Portal Mídia)

Imprimir artigoGuardar como PDF
Postar um comentário
>