Esgotamento sanitário: obras executadas pelo Governo deixarão Guarabira com cobertura de 80%

Deusdete
O presidente da Cagepa, Deusdete Queiroga, inspecionou, na manhã desta quinta-feira (13), as obras de esgotamento sanitário e abastecimento de água que o Governo do Estado está executando na cidade de Guarabira, no Brejo paraibano. Segundo ele, estão sendo investidos no município R$ 14,3 milhões, por meio de parceria entre os governos Federal e Estadual.

Durante a inspeção a uma das cinco estações elevatórias de esgotos que está sendo construída no conjunto Clóvis Bezerra, Deusdete Queiroga destacou que, com a conclusão das obras, a cidade de Guarabira passará a ter aproximadamente 80% de cobertura de rede de esgotamento sanitário. “Atualmente, o município conta com uma cobertura de cerca de 50%. Com a conclusão das obras, essa cobertura atingirá um percentual próximo a 80%, tornando Guarabira uma das cidades da Paraíba mais bem dotadas com esse tipo de serviço”, observou.

Ainda de acordo com Deusdete, além das cinco estações elevatórias, em Guarabira, o Governo do Estado está ampliando a estação de tratamento de esgotos e implantando 10 mil metros de rede coletora e 643 metros de emissários. “Estamos executando também ligações domiciliares e intradomiciliares”, enfatizou o presidente.

“Também deveremos colocar em funcionamento até o final de maio parte do sistema do bairro Areia Branca”, disse. “Já contratamos a empresa para elaborar um projeto que possibilite deixar Guarabira com 100% de cobertura por esgotamento sanitário. De posse desse projeto, partiremos em busca de recursos para executar os serviços”, completou Deusdete.

Abastecimento de água – O presidente da Cagepa também inspecionou o andamento das obras da adutora de Araçagi, que reforçará o abastecimento de água da cidade de Guarabira. “Atualmente, a população de Guarabira é abastecida apenas com água que vem do açude Tauá, localizado no município de Cuitegi. Com a conclusão dessa adutora, os guarabirenses serão servidos também com água da barragem de Araçagi que, aliás, é a única na Paraíba que está sangrando neste momento”, ilustrou.

Deusdete observou que além de uma adutora a obra de ampliação do sistema de abastecimento de água de Guarabira consiste na construção de uma estação de tratamento de água, uma estação elevatória, um reservatório elevado com capacidade para 300 metros cúbicos e um reservatório apoiado com capacidade de 1,5 mil metros cúbicos. “Com a conclusão desses serviços, previstos para o próximo mês de maio, a cidade de Guarabira terá água garantida pelos próximos 25 anos”, finalizou o presidente, acrescentando que o Governo do Estado também já aprovou junto ao PAC II – Quarta Seleção – recursos da ordem de R$ 16,9 milhões para obra de melhorias do sistema de distribuição de água de Guarabira.


Imprimir artigoGuardar como PDF
Postar um comentário
>