Novo produto: calcinha ‘à prova’ de menstruação


Durante as aulas de empreendedorismo na faculdade, Julie Sygiel, 25, teve de fazer fazer um projeto de um novo produto.

A exigência era que resolvesse um incômodo para o qual ainda não houvesse solução no mercado.
Sygiel e as colegas se lembraram de ocasiões em que a menstruação chegou em momentos inesperados. Pensaram em criar uma calcinha que funcionasse como uma proteção a mais, além do absorvente.




Formada em engenharia química, Sygiel estudou fibras e texturas e bolou um tecido que, diz, resiste a até três colheres de chá de líquido, não fica malcheiroso e é fácil de lavar. A ideia era fabricar as calcinhas com um design que fizesse a mulher se sentir atraente.


A engenheira química Julie Sygiel é fundadora da Dear Kate, que produz calcinhas que barram vazamentos.  

O projeto saiu do papel com o apoio financeiro de um engenheiro que foi apresentado à empreendedora pelo professor de administração.


Ela lançou a calcinha com o nome Sexy Period (em inglês, a palavra “period” significa tanto menstruação quanto intervalo de tempo). Não deu certo. Muitas das clientes eram mães e não estavam atrás de algo sexy. Sygiel reposicionou a marca e chamou-a de Dear Kate.

Em 2012, recebeu um novo investimento, esse de US$ 1 milhão (R$ 2 milhões).

As peças mais baratas saem por US$ 30 (R$ 60) e são vendidas somente no site da marca (www.dearkates.com).

Segundo Sygiel, as vendas já estão na casa do milhar por mês. Ela afirma que registrou patentes e que, depois de ficar receosa com uma possível concorrência de outras marcas (ela conta que até evitava descrever o produto em público), está menos preocupada com isso, pois desenvolver uma calcinha semelhante leva tempo.

 Folha

Imprimir artigoGuardar como PDF
>