Pró-Reitor é perseguido e exonerado após defender nomeação legitima de Licenciado em Ciências Agrárias aprovado em concurso Público no Acre



Mensagem encaminhada pelo professor Ricardo Hoffmann, Pró-Reitor de Ensino do IFAC denuncia sua exoneração após discordar de irregularidade ocorrida no Concurso Publico para Professor do Instituto Federal do Acre IFAC. A exoneração foi também seguida, a pedido, pelas demais Diretoras e Coordenadoras integrantes da pasta daquele Instituto em solidariedade ao colega, conforme noticiado no texto transcrito no final desta matéria.

Em Memorando 01/2013 enviada ao Magnifico Reitor do IFAC no dia 21 de janeiro de 13 Prof. Hoffman afirma categoricamente ...

No mais, faço questão de colocar que meu posicionamento é no sentido de dar respaldo a quem cumpre as exigências editalícias. Fui Diretor de Ensino, Pesquisa e Extensão no Câmpus Xapuri, fui Diretor Geral do Câmpus Sena Madureira e atualmente sou Pró-Reitor de Ensino do IFAC. Minha conduta foi sempre a favor da legalidade e respeito a hierarquia do IFAC. No entanto, não posso compactuar com a posse de um Engenheiro Agrônomo no lugar de um Licenciado em Ciências Agrícolas (REFERINDO-SE AQUI A FORMAÇÃO EXIGITA NO EDITAL) e reafirmo cada parágrafo exposto no Doc nº 31/CCP/IFAC. Os servidores do IFAC são conhecedores do trabalho por mim desenvolvido a frente da Pró-Reitoria de Ensino, sempre estando disposto a cumprir a legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência da administração pública.


Em e-mail enviado hoje o Professor Ricardo Hoffman diz:

“Após exposição dos fatos encaminhados nos e-mails anteriores, hoje fui exonerado. (Grifo nosso). Sigo confiante de que algo ainda pode ser feito para reverter esse quadro de injustiça. Leiam os documentos em anexo, trata-se de uma resposta encaminhada por mim para o ÚNICO candidato que pediu esclarecimentos para o Presidente da Comissão de Concurso Público após a homologação do Concurso Público. Pode ser que outros candidatos que não tenham entrado em contato também tenham sido prejudicados. Não posso ajudar a construir um Edital de Concurso Público, saber do interesse dos Diretores em ter determinados profissionais em seus Câmpus e depois dar as costas a esse Edital. Não consigo entender como uma Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas nega a posse a um candidato e depois um procurador que deveria defender essa instituição, sem consultar aqueles que construiram o Concurso Público, acata a decisão judicial sem apresentar nenhuma contestação... e o melhor de tudo... o candidato que ocupa uma vaga na área que pede formação diferente da que ele possui entra com ação judicial contra o nosso Instituto e é premiado com a Direção Geral de um Campus. Será tudo isso uma miragem? Não reconheço esse Brasil. Minha postura continuará sendo a mesma, defender o que considero correto! Divulguem aos colegas... divulguem para a imprensa... chega de injustiça! Agradeço aos docentes, técnico-administrativos, discentes, amigos e colegas pelos momentos vivenciados e pelas palavras de apoio.
Um abraço a todos(as),

Ricardo.”

======================================================
Prof. Ricardo Bezerra Hoffmann
Câmpus Xapuri
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre - IFAC
Fone (Celular):  8407-1999 (Oi) ou 8114-4054 (Tim)
E-mail: ricardo.hoffmann@ifac.edu.br ou ricardobhs@hotmail.com
Currículo Lattes:http://lattes.cnpq.br/7119995833227082
======================================================

Carta Denuncia feita pelo Prof. Leandro Galzerano

Licenciado em Ciências Agrícolas – UFRRJ e Doutor pela Unesp de Jaboticabal, SP:


Prezados Senhores Dirigentes do Ministério da Educação - MEC e das Instituições Federais de Ensino do Brasil,

Venho através desse e-mail e documentos anexados pedir ajuda sobre minha participação em concurso público para Docente o EBTT do Instituto Federal do Acre - IFAC.

No concurso para docentes do EBTT do IFAC, Edital nº 01, de 18 de maio de 2012 (anexo) havia vagas para Ciências Agrícolas e a titulação exigida para o cargo é a de Licenciatura em Ciências Agrícolas ou Licenciatura em Ciências Agrárias. No mesmo edital havia vagas para Agricultura cujo título exigido era de Engenharia Agronômica; Agronomia entre outros.

Na primeira fase do concurso, prova escrita obtive a maior nota na prova e vi que o segundo e também último candidato aprovado não possuía a titulação exigida no edital, o mesmo é Engenheiro Agrônomo. Assim sendo fui até o final do concurso, provas didática e de títulos e fiquei classificado em segundo colocado (resultado final).

Na nomeação já sabendo que o candidato não atendia as exigências do edital, me preparei pra ser nomeado em seguida. O candidato citado se apresentou , teve sua nomeação negada e em 2 dias já estava com mandado de segurança pronto e tomou posse na vaga de Ciências Agrícolas sem possuir o título exigido.

Infelizmente, não foi pedido parecer do Pró-Reitor de Ensino do IFAC e nem do Presidente da Comissão de Concurso Público do IFAC sobre a posse na vaga por um candidato que não possui o título exigido no edital e portanto, não tem as especialidades e competências de formação pedagógica que possui um Licenciado Pleno em Ciências Agrícolas ou Agrárias que será exigida pela Pró-Reitoria de Ensino na formação dos profissionais do IFAC.

O mesmo candidato que tomou posse sem possuir o título exigido no Edital foi nomeado pelo Magnífico Reitor Prof. Breno Carrillo Silveira após uma (1) semana de posse como DIRETOR GERAL DO CAMPUS DE RIO BRANCO (Anexo publicação no DOU No 13 de 18 de janeiro de 2013), cargo este de CONFIANÇA. Talvez não mais sendo possível exercer a função de Docente do EBTT, uma vez que, cargos de Diretoria são muito atarefados e comprometedores com a dedicação ao ensino e formação de alunos.

Quando questionei o Presidente do Comissão de Concurso Público do IFAC, Prof. Dr. Ricardo Bezerra Hoffmann, o mesmo me enviou um Documento de 6 páginas, assinado (Anexo Doc 31 do IFAC) sendo enfático e muito claro que a vaga, expectativas, especialidades e competências do Profissional exigido para assumir a vaga é de um Licenciado Pleno em Ciências Agrícolas e não de um Engenheiro Agrônomo. 

Além da Graduação em Licenciatura em Ciências Agrícolas também possuo Aperfeiçoamento em Didática pela Universidade da Basilicata, Itália, mestrado e Doutorado (com Sanduíche na Universidade da Flórida, EUA). Durante a pós-graduação participei das disciplinas obrigatórias de um curso de pós-graduação como metodologia de ensino e didática no ensino superior mas as disciplinas pedagógicas cursadas na pós-graduação DE MANEIRA ALGUMA, disciplinas cursadas na Pós-graduação substituem todas as disciplinas pedagógicas, carga horária, três (3) disciplinas de práticas de ensino, estágios em escolas de EBTT que são EXIGIDAS na formação de um Licenciado em Ciências Agrícolas ou Agrárias.

Havendo um candidato (Eu) com o Título Exigido no EDITAL, aprovado no concurso com excelente média final de 87,33, não há necessidade de ser utilizado RECURSOS  FEDERAIS para dar treinamento para ensino-aprendizagem a um candidato que não atende as exigências do Edital e da Pró-Reitoria de Ensino e que poderia ter tentado o concurso na vaga específica para agricultura a qual possuía o título exigido de Engenheiro Agrônomo.


Prezados Senhores !!! Por favor, preciso de ajuda.
Todos meus estudos foram realizados em escolas Públicas. Saí de casa em 1998 para me formar na Escola Agrotécnica Federal de Muzambinho (Atual IFSuldeMinas), fui para Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, me formar em Licenciatura em Ciências Agrícolas para poder receber formação específica e competente para lecionar no EBTT das Escolas Agrotécnicas Federais e atuais Institutos Federais, consegui o título de mestre pela mesma Universidade Federal. Recentemente concluí o Doutorado em escola Pública Estadual (Unesp de Jaboticabal, SP), curso conceito 7, máximo na CAPES, realizei estágio sanduíche na Universidade da Flórida, EUA, também com recursos do Governo Federal. Segue link para acesso ao meu Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/2942026982048190

Economizei dinheiro da bolsa durante o Doutorado para poder realizar concurso. Gastei aproximadamente R$ 3000,00 (três mil reais) para participar corretamente do concurso do IFAC e hoje, classificado no concurso, possuidor do Título Exigido no Edital encontro-me desempregado e sem dinheiro para realizar futuros concursos.

Conto com a ajuda dos senhores para que eu consiga uma vaga de Professor do EBTT DE de Ciências Agrícolas no Instituto Federal do Acre - IFAC, Campus Rio Branco. 

Gostaria também que me ajudassem, encaminhando esse e-mail para o Conselho Superior do IFAC, Demais Senhores do Ministério da Educação e também ao Prof. Eliezer Pacheco.

Já enviei e-mail ao IFAC questionando a possibilidade de eu ser nomeado com outra vaga para o cargo de professor do EBTT mas até o momento não recebi resposta.

No mesmo concurso, não houve candidatos classificados para as vagas:
Agricultura - Campus Sena Madureira
Agrimensura - Rio Branco
Alimentos - Rio Branco
Aquicultura - Cruzeiro do Sul
Aquicultura - Sena Madureira
Ciências - Agrícolas Xapuri
Ciências Sociais - Cruzeiro do Sul
Contabilidade - Cruzeiro do Sul
***Elétrica - Rio Branco ***** vaga essa DE (dedicação exclusiva, igual a que estou classificado)
Libras - Cruzeiro do Sul
Lingua Portuguesa e Francês - Xapuri
Quimica - Cruzeiro do Sul
Segurança do trabalho - Cruzeiro do Sul
Segurança do Trabalho - Xapuri
Zootecnia - Cruzeiro do Sul

**** Havendo, portanto, cotas e possibilidade de que um candidato classificado portador do título exigido seja nomeado para lecionar na vaga de Ciências Agrícolas DE, Campus Rio Branco, ocupada por um docente recém empossado e nomeado Diretor Geral do Campus de Rio Branco.

Estou anviando Anexo:
Edital do Concurso Público;
Homologação do resultado final publicado no DOU e site do Instituto;
Mandado de Segurança
*** Parecer do Presidente da Comissão de Concurso Público do IFAC;
Publicação no DOU da nomeação a Diretor do Campus de Rio Branco do candidato recém empossado por mandado de segurança.

Agradeço pela atenção e conto com a Ajuda dos Senhores para conseguir uma vaga DE no IFAC, Campus Rio Branco.

Att,

Leandro Galzerano
Licenciado em Ciências Agrícolas - UFRRJ
Doutor pela Unesp de Jaboticabal, SP
Celular: (16) 8134 6375
Skype: Leandro_Galzerano
E-mail: galzeranorural@yahoo.com.br

Diretoras e Coordenadoras da Pro-Reitoria de Ensino pedem demissão coletiva após exoneração do Pro-Reitor após denuncia de irregularidades em concurso  de Professor do EBTT DE de Ciências Agrícolas no Instituto Federal do Acre - IFAC, Campus Rio Branco. 

Segue e-mail encaminhado pela Diretora de Desenvolvimento de Ensino do Instituto Federal do Acre:

Prezados(as),

Ao cumprimentá-los(as) cordialmente, informo que em virtude da exoneração do Pró-reitor de Ensino - Prof. Ricardo Hoffmann, solicitei junto ao Gabinete Institucional, no dia 21 de janeiro de 2013, a minha desvinculação do cargo de Diretora de Desenvolvimento de Ensino do Instituto Federal do Acre (conforme documento em anexo).

Aproveito para informar que a Prof. Renata Abreu (Coordenadora de PROEJA) e a Prof. Graciele Simonetti (Coordenadora de Cursos Técnicos) também requisitaram a exoneração dos cargos.

Sendo assim, sugiro que as demandas referentes à Direção de Desenvolvimento de Ensino, Coordenação de PROEJA e Coordenação de Cursos Técnicos sejam encaminhadas à Pró-reitora em exercício.

Respeitosamente,



===========================================

Maralina Torres da Silva
Docente na área de Ecologia
Graduação em Ciências Biológicas
Mestre em Ecologia e Manejo de Recursos Naturais
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre- IFAC 
Tel: (68) 9984-4402

Imprimir artigoGuardar como PDF
>