Movimentação no Porto de Cabedelo cresce o dobro da média nacional

O superintendente da Companhia Docas-PB, que administra o Porto de Cabedelo, Wilbur Holmes Jácome fechou 2012 o dobro satisfeito em relação ao primeiro ano do governo Ricardo Coutinho (PSB). É que dados oficiais mostram que o complexo portuário paraibano cresceu o dobro da média nacional. Por mais incrível que isso possa parecer, dada a necessidade histórica do Porto de Cabedelo em superar desafios.



O crescimento do setor portuário em 2012 foi de 3% em relação à carga geral, granéis sólidos e líquidos. Enquanto isso, Porto de Cabedelo teve um incremento de 6%, acumulando 33% a mais em movimentação no biênio da gestão do Governador Ricardo Coutinho. Um dos fatores determinantes para os resultados positivos é a nova leva de indústrias que estão em desenvolvimento no Estado, especialmente a indústria cimenteira.

De acordo com Wilbur, o aumento da demanda tanto de importação quanto exportação de granéis sólidos puxam o movimento para cima. Com esse movimento Cabedelo atingiu a marca histórica de 1.867.106 toneladas, ficando na frente de portos como Natal, Areia Branca e Recife.

Mas os números sobre a movimentação externa não são tão satisfatórios para o superintendente do Porto, quando os números internos. Segundo Wilbur, o Porto de Cabedelo é hoje ume “empresa” superavitária. "Faziam mais de 15 anos que o Porto de Cabedelo não dava lucro. Agora, já estamos investindo na manutenção com recursos próprios, no entanto, os projetos estruturantes ainda precisam do apoio do Governo Federal. Precisamos de um novo terminal para movimentar contêineres, reforçar a cortina do cais e deixar o estacamento com 25 metros de profundidade. Com isso podemos fazer dragagens mais profundas para 11, 12 , 13 metros ou mais", vislumbra.


http://www2.luistorres.com.br/notici...media-nacional

Imprimir artigoGuardar como PDF
>