Pesquisa coloca João Pessoa entre as seis que mais gastaram com saúde

Os municípios brasileiros estão investindo mais do que manda a Constituição Federal em saúde. É o que revela o anuário Multi Cidades publicado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), em parceria com a Aequus Consultoria, que analisou as despesas realizadas em 2011. Na região Nordeste, os investimentos representaram um aumento de 7,3% em relação ao ano anterior. A capital paraibana, João Pessoa, ocupa a sexta posição no ranking das dez maiores despesas com saúde na região, com R$ 496,597 milhões.

Em primeiro lugar no Nordeste ficou Fortaleza, que investiu R$ 1,1 bilhão. Em seguida vem Salvador, com R$ 911,7 milhões, e Recife, com R$ 597,2 milhões. No cômputo geral, os recursos destinados ao setor pelas cidades nordestinas passaram de R$ 18,21 bilhões, em 2010, para R$ 19,54 bilhões, em 2011. A Constituição prevê em 15% os gastos dos municípios com saúde. O levantamento revela que, entre as capitais nordestinas, João Pessoa (19,9%), Maceió (14,9%), Natal (13,7%), Aracaju (12,9%) e Teresina (10,3%) registraram aumento de dois dígitos.




De acordo com o anuário Multi Cidades, os municípios brasileiros investiram um valor recorde de R$ 83,3 bilhões em Saúde em 2011, o que mostra que a aplicação de recursos na área tem se expandido, chegando ao dobro do valor investido nos anos de 2002 ou 2003. Para se ter uma ideia, o avanço da verba, entre os anos de 2010 e 2011, foi de 7,6%.

A despesa com Saúde, para os municípios brasileiros, representou 26,3%, em 2011. Sendo o principal investimento para 23,4% das cidades com dados disponibilizados, e ficando atrás apenas da pasta de Educação, que representa 26,9% da despesa total. Em valores absolutos, os cinco maiores investimentos em Saúde ocorreram em São Paulo (R$ 5,8 bilhões), Rio de Janeiro (R$ 2,8 bilhões), Belo Horizonte (R$ 1,7 bilhão), Fortaleza (R$ 1,1 bilhão) e Porto Alegre (R$ 955,8 milhões).

Em relação à despesa per capita, os municípios aplicaram, em média, R$ 438,99. O anuário aponta os maiores gastos por habitante em Saúde nas cidades com menos de dez mil habitantes e nas com mais de 500 mil habitantes. E, entre as regiões, a despesa per capita foi maior no Sudeste, com R$ 509,47.

http://www.jornaldaparaiba.com.br/no...cacao-na-saude

Imprimir artigoGuardar como PDF
>