Fotos: Ricardo anuncia benefícios e entrega obras nas comemorações do Dia do Índio


“Meu mundo é potiguara, eu sou forte e sou valente”. O canto de resistência da nação potiguara marcou a abertura, na manhã desta sexta-feira (19), das comemorações do Dia do Índio, na aldeia São Francisco, em Baia da Traição. O governador Ricardo Coutinho participou pela terceira vez consecutiva das atividades e assinou convênios, entregou tablets, kits esportivos e bicicletas para alunos de nove escolas indígenas em Baia da Traição, Marcação e Rio Tinto, liberou  recursos para a plantação e irrigação de 2 hectares de mamão e anunciou a abertura dos 2º Jogos Indígenas envolvendo as 32 aldeias indígenas da região.

Ricardo Coutinho também inaugurou a usina de extração de mel dos produtores na aldeia São Miguel, em Baía da Traição, que irá beneficiar 20 famílias de sete aldeias indígenas. A usina foi construída com recursos na ordem de R$ 82 mil utilizados para a compra de computadores, decantadores, centrífugas, vestimentas e 95 colmeias.

O governador Ricardo Coutinho, a primeira dama do Estado, Pâmela Bório, e secretários de Estado foram recebidos pelo cacique geral das 32 aldeias de Baia da Traição, Sandro Rubens, e pelo cacique Alcides, da aldeia São Francisco. Durante a solenidade na aldeia São Francisco, o governador entregou simbolicamente à aluna da escola Pedro Poty, Joana Tamires da Costa, e ao professor Daniel Santana 310 tablets para auxiliar no processo de ensino e aprendizagem. Os alunos também estão sendo beneficiados com 756 bicicletas e kits de segurança, nove kits esportivos para nove escolas indígenas da Baía da Traição, Marcação e Rio Tinto. Em seguida, Ricardo e auxiliares do governo, além de outras autoridades, dançaram junto com índios potiguaras o tradicional Toré, numa comunhão com a nação potiguara.


De acordo com Ricardo Coutinho, o Governo do Estado está fazendo um trabalho intersetorial firme e determinando de resgate cultural e inclusão produtiva da população potiguara nestes dois anos e três meses de gestão. Ele destacou o trabalho de inclusão produtiva  em benefício das aldeias como a liberação de R$ 900 mil pela Emater junto ao Banco do Nordeste para financiamento das cadeias produtivas, inauguração da unidade de extração de mel e a autorização do direito de uso de água do Riacho São Francisco do  Rio Mamanguape pela Aldeia São Francisco

Na área da educação, o governador Ricardo Coutinho informou que a Secretaria de Educação formou 25 professores para o ensino da língua Tupi Guarani,  com objetivo de preservar a cultura do povo, ao mesmo tempo que entrega tablets aos alunos do 1º ano das escolas indígenas, não para que se afastem da sua cultura, mas para aprofundarem o conhecimento por meio de pesquisas e estudos sobre o tema. “Estamos oferecendo a todos os estudantes os mesmos instrumentos de aprendizado como tablets, kits esportivos que reforçam a ideia de um Estado que olha a todos e não apenas alguns como se via anteriormente”, explicou.


O cacique geral das aldeias potiguaras, Sandro Rubens, afirmou que este é um dia de celebração entre as 32 aldeias que estão pedindo forças ao Deus Tupã para superar os desafios e conseguir atingir os objetivos. Ele afirmou que o Governo do Estado e o Governo Federal desenvolvem diversas ações que vêm contribuindo para a inclusão educacional e para a geração de trabalho e renda para os indígenas.  

Sandro agradeceu em nome da nação potiguara ao governador Ricardo Coutinho por participar das comemorações do povo pela terceira vez e por abrir espaço no Governo do Estado, por meio da assessoria especial do povo indígena, para reivindicação e desenvolvimento de projetos e ações em favor do povo indígena.  “A nossa luta é levar ao povo os meios para plantar, produzir e de preservar a sua cultura. Estamos avançando neste sentido”, completou o cacique. 

Sobre a utilização dos tablets, o cacique Sandro contou que é algo diferente e desconhecido para muitos indígenas, mas acredita que os índios precisam acompanhar os avanços da educação tradicional para não ficar de fora deste mundo global. “Precisamos estudar preservando a nossa cultura, mas tendo as mesmas oportunidades do branco para não ficarmos para trás”, ressaltou o cacique.  
A secretária de Mulheres e Diversidade Humana, Gilberta Soares, destacou o trabalho intersetorial do governo de ouvir e atender as demandas colocadas na educação, na segurança e nos trabalhos produtivos. “Estamos fazendo este trabalho de implantação de políticas públicas nas aldeias potiguaras e os resultados têm sido bastante positivos”, completou Gilberta. 

Apicultura-   A usina de extração inaugurada  nesta sexta-feira (19)  na Aldeia São Miguel aumentará a produção da Associação Casa do Mel de 4 toneladas por ano para 8 toneladas por ano. O governador Ricardo Coutinho, ao lado do presidente da Emater, Geovanni Medeiros, e de técnicos do Coooperar entregaram aos apicultores a usina instalada na Cooperativa.

O presidente da Associação Casa do Mel, José Ronaldo Fernandes Chaves, destacou que essa usina era algo muito esperado pelos produtores de mel de Baía da Traição para sair de um trabalho manual para uma produção maior e de mais qualidade. “As máquinas e equipamentos vão dar mais credibilidade a nossa marca”, destacou José Ronaldo.   

O cacique Pedro, da Aldeia São Miguel, afirmou que agora os apicultores vão destinar a sua produção hoje limitada a abastecer as escolas do município para o mercado da região do Vale do Mamanguape.  “O nosso projeto é aumentar a produção e ampliar o nosso mercado. E essa perspectiva agora é bem real com o projeto Cooperar”, destacou o cacique Pedro. 


Emissão das DAPs - O coordenador regional da Fundação Nacional do Índio (Funai)  e o presidente da Emater, Geovanni Medeiros,  assinaram um Termo de Cooperação Técnica delegando as competências de emissão das DAP - Declarações de Aptidão ao Pronaf para os índios.

Para o presidente da Emater, Geovanni Medeiros, a partir de agora as famílias indígenas terão acesso mais rápido a políticas públicas com o programa nacional de habitação rural, o programa de financiamento da produção, que só podem ser concedidas com a DAP. “Esse foi um compromisso assumido pelo governador Ricardo Coutinho, já que os escritórios da Funai para esse tipo de declarações estão em Fortaleza. O documento poderá ser emitido no escritório da Emater da Baía da Traição, Mamanguape e Rio Tinto facilitando o acesso”, explicou.   

Esporte - O governador Ricardo Coutinho também anunciou o início dos jogos indígenas, no período de 24 a 28 de abril, reunindo atletas das 32 aldeias indígenas do litoral Norte. O evento vai reunir mais de 300 índios com modalidades típicas como canoagem, maratona, corrida da tora, futebol, cabo de guerra, futsal, arco e flecha e lança.


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...