UEPB e PMCG firmam parceria para implantação do Jardim Botânico de Campina Grande

Com diversos programas que visam incentivar a preservação do meio ambiente, a exemplo do Programa de Arborização “Adote uma Árvore”, a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) será parceira de um importante projeto na área ambiental a ser implantado em Campina Grande, que será o primeiro Jardim Botânico da cidade.



A iniciativa inédita, o primeiro Jardim Botânico do Brasil que será montado em um bioma de caatinga, funcionará no sítio Louzeiro, zona Rural de Campina Grande, graças à parceria que a reitoria da UEPB celebrará com a Prefeitura Municipal. De acordo com a Pró-reitoria de Infraestrutura da UEPB, antiga Prefeitura Universitária, as conversações para estabelecer o convênio já começaram. “Nós temos boa vontade de participar da implantação desse projeto. Queremos dá nossa colaboração como instituição preocupada em garantir a preservação do meio ambiente”, garantiu o pró-reitor Álvaro Luiz Pessoa de Farias.


Segundo ele, ainda não ficou definido qual será o papel da UEPB no projeto, no entanto, a Instituição já se colocou a disposição com colaborar com o revestimento da área verde. Como dispõe de três hortos florestais a UEPB poderá colaborar com os plantios de paisagismo. Mudas frutíferas também poderão ser plantadas no local.

A previsão é de que o local que já possui uma área desapropriada de 25 hectares esteja aberto à visitação até o final de 2013. A reserva verde ‘Louzeiro’ abrange uma faixa de preservação da fauna e flora de Campina Grande. A perspectiva é que uma área total que seja desapropriada alcance os 70 hectares de dimensão.

De acordo com Bruno Vaz Diniz, consultor de projetos Secretaria de Cultura do município, a PMCG vai criar uma fundação que será uma autarquia pública que vai operar o Jardim Botânico. “Já pretendemos criar isso agora no mês de abril. Já as obras pioneiras, as edificações e os primeiros plantios de paisagismo deverão acontecer até julho deste ano, e com isso, até dezembro deveremos estar com o local aberto para a visitação”, declarou.

O sítio ‘Louzeiro’, que funcionará o Jardim Botânico de Campina Grande, conta com uma área de 99 hectares, e é cercado por seis bairros da zona Norte da cidade, como: Nações, Alto Branco, Conceição, Rosa Mística, Jeremias e Jardim Continental.
 



Ascom

Imprimir artigoGuardar como PDF
Postar um comentário
>