Pavimentação de Cachoeira dos Guedes está toda se desmanchando

GUARABIRA (PB) – Concluída faz pouco mais de 4 dias pelo Governo do Estado, a pavimentação de acesso ao Distrito de Cachoeira dos Guedes,  na zona rural de Guarabira, está toda se deteriorando, inclusive com as pedras do calçamento soltando-se com os primeiros veículos a trafegar na estrada.



A obra, construida com dinheiro do tesouro do Estado da Paraíba, era para ser concuida em 120 dias, mas, faz mais dois anos que se arrasta a passos de tartaruga. A pavimetnação, com apenas 1 KM de extensão, conforme mostra a placa de identificação, custou quase R$ 900.000,00 (Novecentos Mil Reais) no primeiro orçamento.



Moradores, proprietários de cerâmicas e artesãos que residem em Cachoeira dos Guedes e dependem da estrada para tráfego normal e escoamento de seus produtos, classificaram a obra de “Calçamento Sonrisal”, vez que quando se prepara para chover esse começa a se desmanchar.

José Gerônimo, proprietário da Cerâmica Cemarisa, situada em Cachoeira dos Guedes e que gera vários empregos, disse que há 32 anos espera por uma solução no acesso da Rodovia PB 073 (Guarabira/Mari) à sua comunidade. Ele classificou de “vergonhoso para o Governo do Estado e desperdício do dinheiro público” os serviços realizados no trecho pavimentado.


Sem ainda ter implantado obra alguma na cidade de Guarabira, o calçamento de Cachoeira dos Guedes seria o primeiro empreendimento do Governo do Estado a ser inaugurado em solo guarabirense. Durante os mais de 2 anos e meio de execução, os serviços foram paralisados várias vezes por falta de pagamento da construtora.



Na quinta-feira (19), moradores, inclusive motoristas de veículos que trafegam pela estrada, protestaram com o desperdício do dinheiro público, cobrando providências do Governo do Estado e dos agentes políticos (prefeito Zenóbio e deputada Léa Toscano) que representam o governador Ricardo Coutinho na cidade de Guarabira.



O protesto, realizado pela comunidade, teve o apoio dos vereadores Saulo Fernandes (Saulo de Biu) e Severino Costa (Bica), ambos da bancada de oposição na Câmara Municipal.





Imprimir artigoGuardar como PDF
Postar um comentário
>