Maior evento mundial de robótica e inteligência artificial chega à Paraíba em 2014



Em julho de 2014, entre os dias 19 e 25, uma semana após a Copa do Mundo, João Pessoa se transformará na capital da robótica mundial. Para isso, o governador Ricardo Coutinho e o presidente da RoboCup Federation, Daniele Nardi, assinaram, ontem pela manhã, na Granja Santana, o Termo de Recebimento da RoboCup, considerado o maior evento mundial de robótica e inteligência artificial, que deverá reunir 4 mil participantes de várias partes do mundo. Esta é a primeira vez que o Brasil sedia o evento, o qual já passou por 14 países.


O professor de Robótica da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e integrante da comissão organizadora da RoboCup 2014, Alexandre da Silva Simões, explicou que o evento reúne ciência, tecnologia, educação e divulgação científica. “É uma competição internacional da área de robótica, muito conhecida pela plataforma de futebol de robôs, pois nós temos robôs jogando futebol com as regras da Fifa, mas tem uma série de outras categorias. Pesquisadores do mundo inteiro desenvolvem novas técnicas, novos robôs para atender esses desafios propostos pela RoboCup que mostra ao público tudo o que existe de mais novo em termos de tecnologia na área de robótica e robótica inteligente”, enfatizou .

Segundo Alexandre Simões, a realização da Copa do Mundo no Brasil e o Centro de Convenções foram fatores determinantes para a escolha de João Pessoa como sede da RoboCup. “Os pesquisadores da área de robótica já tentam fazer esse evento no Brasil há algum tempo, mas a gente ainda não tinha as condições necessárias para trazê-lo, pois é difícil a gente conseguir um local com a área necessária para fazer esse evento e com a qualidade que o público europeu e asiático demanda para ter esse tipo de evento”.

Impacto econômico – João Pessoa foi anunciada como sede da RoboCup em julho do ano passado, após concorrer com Fortaleza e com cidades asiáticas, além do Canadá. O gerente executivo de Operações do Convention Bureau, Ferdinando Lucena, comentou que a captação desse evento é resultante do trabalho em parceria com o Governo do Estado. “Nós concorremos internamente com outras cidades brasileiras para poder, a partir disso, concorrer como país”, observou.

Ele acredita que o RoboCup terá um grande impacto econômico, tanto no que ser refere à economia formal como a informal. “O evento vai utilizar toda a hotelaria da cidade, bares e restaurantes e o apoio do Governo do Estado foi fundamental para que a gente pudesse potencializar essa disputa de João Pessoa com outras cidades e que vai tornar João Pessoa a capital do mundo da tecnologia em 2014”, comemorou.

O presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (Fapesq), Cláudio Furtado, por sua vez, disse que o RoboCup coloca a Paraíba no cenário internacional de grandes eventos e fazendo com que estudantes e pesquisadores brasileiros tenham acesso a um evento desse porte e ao que há de mais novo na área da tecnologia. Ele adiantou que o evento está previsto para ser lançado oficialmente no Brasil no dia 28 de novembro.



RoboCup – A RoboCup é uma competição internacional que conta com a participação de 600 equipes de 50 países, totalizando 4 mil participantes. O evento é realizado desde 1997 e já passou por países como Japão, França, Suécia, Austrália, Estados Unidos, Itália, Portugal, Alemanha, China, Áustria, Singapura, Turquia, México e Holanda.

São quatro as áreas de competição: RoboCup Soccer, RoboCup Rescue, RoboCup Home e RoboCup Júnior. A RoboCup é a mais conhecida do evento, da qual participam pesquisadores e cientistas especializados no desenvolvimento robôs móveis autônomos, em tamanhos de criança e adultos. Durante as partidas de futebol, não há interferência humana no comando dos robôs, todos funcionam com sistemas de Inteligência Artificial.


Já a RoboCup Rescue é uma liga formada por pesquisadores e cientistas que desenvolvem robôs inteligentes que atuam em situações de desastres e resgate, tais como terremotos, furacões e outras catástrofes. Enquanto a RoboCup Home, os pesquisadores e cientistas desenvolvem robôs capazes de auxiliar os seres humanos nas tarefas domésticas, sem qualquer controle externo. As competições são disputadas em uma casa construída em tamanho real, com todos os ambientes.

E o RoboCup Junior é uma liga direcionada a crianças de qualquer escola do Ensino Fundamental, Médio e Técnico. Seu objetivo é incentivar o interesse dos jovens pela robótica e por outras áreas do conhecimento científico. O evento também promove nesta liga um espaço de exposições para que os jovens possam demonstrar trabalhos de pesquisa científica em qualquer área do conhecimento.

Ainda durante o evento, acontecerá o RoboCup Symposium, que é um grande encontro internacional da comunidade científica nos campos da robótica e da inteligência artificial, com a realização de debates, palestras, seminários e demonstrações.

Também serão realizados o RoboCup Educação, que vai promover a capacitação de professores da rede pública brasileira em larga escala, utilizando a robótica educacional; e o RoboCup Expo, espaço destinado a exposição de robôs de ponta desenvolvidos no Brasil e nos mais de 50 países participantes do evento.


http://www.paraiba.pb.gov.br/

Imprimir artigoGuardar como PDF
Postar um comentário
>