IBGE revela que Paraíba registra maior queda na taxa de desemprego no Nordeste


Apesar de a taxa de desocupação de trabalhadores registrar crescimento no país e na média da Região Nordeste, a Paraíba foi na contra corrente ao apresentar queda no último trimestre de 2016.



Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que a taxa média de desocupados no período de outubro a dezembro do ano passado caiu de 12,8% para 11,9%, um recuo de 0,9 ponto percentual na comparação do terceiro para quarto trimestre, a maior queda entre os nove estados do Nordeste.

Em números absolutos, no mesmo período, o número de trabalhadores desocupados caiu de 214 mil para 200 mil.

O índice de desocupados da Paraíba é o segundo menor da Região, ficando acima apenas do Piauí (8,8%), mas é bem inferior ao da média do Nordeste (14,4%) e também à do Brasil (12%).

Já as taxas de desemprego do Nordeste e do país subiram na comparação do terceiro para o quarto trimestre. No período, a Região subiu de 14,1% para 14,4%, enquanto a média de desocupados no país elevou de 11,8% para 12%.

Na região Nordeste, as taxas mais altas são da Bahia (16,6%), Pernambuco (15,6%) e Sergipe (15%), enquanto as menores taxas de Santa Catarina (6,2%), Rondônia (7,8%) e Paraná (8,1%). Quatro Estados tiveram alta na taxa de desemprego (BA; SE; RN e MA) e outros três tiveram queda (Paraíba, Piauí e Ceará) na comparação do terceiro para o quarto trimestre.

A População Economicamente Ativa da Paraíba da força de trabalho era de 1,473 milhão de trabalhadores no 4º trimestre e encerrou com o rendimento médio de R$ 1.481, alta de 3,63% sobre o valor do trimestre anterior (R$ 1.429).

A Paraíba permanece com o quarto melhor rendimento e valor acima da medida do Nordeste (R$ 1.387).

NAS REGIÕES – Das cinco regiões do país, três delas (Norte, Sul e Centro-Oeste) tiveram queda na taxa do desemprego na comparação do terceiro para o quarto trimestres do ano passado. A única piora acentuada foi na Região Nordeste (de 14,% para 14,4%) enquanto a Região Sudeste permaneceu com a mesma taxa de 12,3%.

A Região Norte teve a maior queda (de 12,7% para 11,8%); Centro-Oeste (de 10,9% para 10%) e Sul (de 7,9% para 7,7%).

TAXA DE DESOCUPAÇÃO NO 4º TRIMESTRE NO NE
ESTADOS Taxa de desocupação no 4º Trimestre de 2016
Taxa de desocupação no 3º Trimestre de 2016

Piauí 8,8% 9,4%
PARAÍBA 11,9% 12,8%
Ceará 12,4% 13,1%
Maranhão 13% 13,1%

Rio G. do Norte 14,7% 14,1%
Alagoas 14,8% 14,8%
Sergipe 15% 14,2%

Pernambuco 15,6% 14,2%
Bahia 16,6% 15,9%
NORDESTE 14,4% 14,1%
BRASIL 12% 11,8%

Fonte: IBGE/Pnad

Imprimir artigoGuardar como PDF
Postar um comentário
>